21-3283-1240 | 97292-8404

Av. Embaixador Abelardo Bueno, nº 1, Ed. Lagoa 2, Sala 404, Barra da Tijuca

Topo

Quando desistir não for mais uma opção…

Todos nós já tivemos vontade de desistir de algo um dia. Eu já tive, e várias vezes!

Desistir é uma forma confortável (mas que desconforta muito) de deixar para trás aquilo que você não está conseguindo resolver. Seja porque está cansado ou acredita que não dará certo, mas, que no fundo, você deseja muito.

Eu recebo muitas pessoas que me procuram para emagrecer. O emagrecimento que, na visão de muita gente, parece bem fácil ─ afinal, é só fechar a boca e fazer exercício ─ tem se tornado muito dificil. Mas por que será? Você arrisca um palpite? Tirando as questões de saúde de cada um, (aquelas que podem estar atrapalhando o emagrecimento) a maioria das pessoas não emagrecem simplesmente porque desistiram de emagrecer. Simples assim, e frustrante também.

Se você se encaixa neste perfil, então imagine-se:

Você marca o nutricionista. Um dia antes da consulta você come tudo o que pode e não pode, come por todos e se sobrar algo ainda deixa para o dia seguinte antes da consulta para se despedir (essas despedidas são um terror!).

Você vai ao nutricionista, ouve tudo, se compromete a fazer. Até gosta do plano alimentar e consegue seguir por uma semana.

Chega o final de semana, você se mantém firme, pois está motivado(a) e percebe a necessidade de emagrecer tanto esteticamente tanto pela saúde.  E desta forma, se mantém por mais uma semana.

Está ficando difícil, mas você consegue ainda resistir alguém comendo um bom brigadeiro na sua frente.

Após um mês ou mais de dieta, você perde um pouco de peso, mas não como o esperado, afinal, a expectativa é sempre gigantesca. Você pensa: “depois de tanto sacrifício eu só consegui perder 2Kg!!!” E aí, você desiste de tudo! É muito chato, você gosta de comer, é difícil ter vida social assim, não vale tanto sacrifício para 2 Kg, etc, etc, etc.

E assim, vive nessa “sanfona” contínua pois, provavelmente, você tentará novamente ou então ficará frustrado(a) por não ter conseguido, mas ainda desejar ficar mais magro(a).

 


Quantas vezes você já desistiu? Sabe qual foi o verdadeiro motivo?

Quando estamos em um processo que nos levará a outro nível, este se torna bem dolorido e, neste momento, você tem a vontade de desistir, de aliviar a dor para que a situação fique mais confortável. Muitas vezes os motivos para desistir são, de fato, bem fortes, o que te fornece justificativas bem convincentes para a sua desistência.

Por isso, quando você sentir esta dor, não permita que ela te paralise. Já dizia Albert Einstein que quando a mente se abre a uma nova ideia, ela jamais voltará ao seu tamanho original.

Treine a sua mente para resistir e entender que isso faz parte do processo para que você alcance o seu próximo nível. Se, você quer emagrecer, por exemplo, entender o seu real motivo vai ajudar a se manter firme no processo (ficar saudável, colocar um biquíni no verão, se vestir bem, ter mais disposição, etc).

No leque das suas opções, quando desistir não for uma delas, o sucesso é inevitável. Certamente!

Foco, resista, insista! Se fosse fácil, todo mundo faria.

Um abraço!

Imagem Destaque: Flickr

Sem comentários

Publicar um comentário