21-3283-1240 | 97292-8404

Av. Embaixador Abelardo Bueno, nº 1, Ed. Lagoa 2, Sala 404, Barra da Tijuca

Topo

Saiba o que você come: Hambúrguer caseiro X industrializado / Receita

Oi Pessoal!

Aí vai uma receita prática e muito fácil de um hambúrguer caseiro para os amantes da comidinha e também para uma opção de lanche quando dá aquela vontade de correr no fast food.

Na verdade, a questão aqui não é nem a praticidade em si, pois a receita é tão fácil…Minha intenção é esclarecer a composição do hambúrguer industrializado (e seus afins como Nuggets, etc).

Peguei a composição de um hambúrguer industrializado qualquer no mercado:

 

Carne bovina, água, gordura bovina, proteína texturizada de soja, gordura vegetal hidrogenada, maltodextrina, sal, condimentos naturais, pimenta, proteína vegetal hidrolisada, regulador de acidez lactato de sódio (INS 325), estabilizante polifosfato de sódio (INS 452i), realçador de sabor glutamato monossódico (INS 621), antioxidante eritorbato de sódio (INS 316), corante vermelho de beterraba (INS 162) e aromas naturais.

 

Pois é! Estes são os ingredientes destes produtos congelados de caixinha que compramos em torno de R$ 13,50 no mercado. Dá para acreditar?

Para início de conversa, vou falar apenas sobre alguns ingredientes…

1. Glutamato monossódico – realçador de sabor que causa hipertensão, distúrbios do sono, aumento de apetite e obesidade, hiperatividade e dor de cabeça; um grande veneno da sociedade atual!

2. Eritorbato de sódio – promove hipertensão e é carcinogênico;

3. Proteína vegetal hidrolisada: é o produto obtido a partir de fontes proteicas vegetais, tais como milho, amendoim, soja, trigo, isolados ou combinados, por hidrólise, total ou parcial. É permitido adicionar glutamato monossódico (mais glutamato!) e gordura vegetal na composição. Utilizado para realçar o sabor dos alimentos.

4. Se era para ser carne para quê tem proteína de soja? A proteína de soja não faz mal, mas, se a pessoa tiver uma intolerância à soja e achar que está comendo só carne? Por isso, SEMPRE, leia rótulos!

5. Maltodextrina – carboidrato de alto índice glicêmico. Não faz mal à saúde, se utilizado da maneira correta (ex. exercícios físicos) e por quem pode utilizar (diabéticos devem ter cautela), mas não esperava encontrar esse ingrediente em um hambúrguer.

6. Tem gordura bovina adicionada e gordura vegetal hidrogenada!!! Digo, colesterol, dores articulares, câncer, inflamação e obesidade.

7. Tem um monte de INS’s… que são os conservantes, aromatizantes, etc.

Bem, acho que dá para parar por aqui, não??? Os Nuggets da vida, muito comuns nos pratinhos infantis de restaurante, os embutidos (que inclui os ditos saudáveis – peito de peru e blanquet) são bem similares, senão piores!

Eu ESCOLHO ter um trabalhinho e fazer meu lanche com saúde! Até porque, uma vez congelado, também fica prático, o preço é praticamente o mesmo e a quantidade também.

 

Tenho 2 receitas:

Hambúrguer 1:

– 1 Kg de carne bovina moída (patinho ou chã) – também pode ser substituído por peito de frango processado

– 1 ovo caipira (também pode fazer sem ele)

– 1 colher de sopa cheia de farelo de aveia ou amaranto

– Temperos diversos (eu coloco alho, cebola, salsinha, cebolinha, noz-moscada, pimenta do reino e sal)

 

Hambúrguer 2:

– 1 Kg de carne bovina moída (patinho ou chã) – também pode ser substituído por peito de frango processado

– Temperos diversos (eu coloco alho, cebola, salsinha, cebolinha, noz-moscada, pimenta do reino e sal)

 

Você vai misturar tudo até ficar bastante homogêneo e fazer a forma de hambúrguer na mão mesmo ou com alguma forma. Eu usei um copo do meu Mixer.

Separe em plásticos próprios para congelar ou papel manteiga e leve ao freezer.

 

Ficou bom mesmo e super saudável!

 

Foto Destaque do Post: JavierLastras